terça-feira, 28 de setembro de 2010

Livros de Farmaco

Boas noites!

A pasta está aqui.
Infelizmente grande parte dos livros estão naquele formato manhoso que é o chm, a.k.a. ficheiro de ajuda do windows, que de ajuda não tem nada. Depois de experimentar vários programas para abrir estas aberrações de código informático, encontrei um que parece ser compatível com todos, o CHM Decoder, que podem encontrar aqui.

Mas falando dos livros: há de tudo um pouco, incluindo o Dale e o Katzung... e é tudo... hoje não estou com grande paleio... por isso... um macaco a montar um bode:


Porque há coisas neste mundo que são simplesmente fixes.
Como o prof de Radio ter a voz do Jorge Gabriel, coisa que me partilharam hoje na teórica. Foi como ver a luz. A minha vida mudou.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Propedêutica Médica Bates

Segundo a Wikipédia:

"Propedêutica é um termo histórico originado do grego que significa referente ao ensino. Trata-se de um curso ou parte de um curso introdutório de disciplinas em artes, ciências, educação, etc. É o que provide ensinamento preparatório ou introdutório, os chamados conhecimentos mínimos. Pode ser definido como um conhecimento necessário para o aprendizado mas sem a proficiência.

Em medicina e veterinária refere-se especificamente ao conjunto de dados obtidos sem o uso de procedimentos diagnósticos específicos, via observação, palpação, medida de temperatura e outros exames simples e inespecíficos."

Por outras palavras, é a nossa Semiologia mas com roupa diferente.
E isto tudo para quê? Só para dizer que há um pdf do Bates em português =P

domingo, 26 de setembro de 2010

Aulas de Semiologia I

Parafraseando a nossa Regente de Semiologia Médica e Cirúrgica I, as aulas não serão disponibilizadas nem no SIGARRA (que inclui o Cigarra de Micro), nem no blog da Comissão MEDInChINA, nem na Reprografia da AEICBAS, de modo a incentivar os alunos a terem presença nas teóricas, sendo parte das teórica no I2, que apesar de ser dos maiores anfiteatros, tem apenas 120 lugares sentados para os 238 inscritos à cadeira. Já o auditório dos Bragas onde teremos o resto das aulas, tem lotação para 160 pessoas, o que já é uma melhoria mas ainda sim fica um bocado aquém...

Felizmente houve quem guardasse os slides do ano passado (abençoados sejam), que, apesar de terem nascido numa regência diferente, ainda apresentam uma actualidade satisfatória. Podem fazer o download aqui. Pelo menos para desenrascar deverão servir =P

[na imagem encontra-se representado o que teria comprado se não fosse aquela treta de ter de parecer sério e profissional para com o doente. Contudo, caso um dia vá para medicina de catástrofe ou algo do género, hei-de arranjar um menino destes ou pintar o meu com uma cor mais vistosa, para ser fácil de ver no meio da relva, entulho e outros terrenos acidentados. Já um estetoscópio preto numa noite escura é bem mais fácil de perder... e prontos, foi este o pensamento do dia]

Por onde estudar?

Para aproveitar os comentários deixados neste blog com conselhos sobre as sebentas e livros para as nossas várias cadeiras, achei por bem transcrevê-los num só post de fácil leitura.
Caso alguém tenha algo a acrescentar pode escrever nos comentários em baixo.

Ah, e só mais uma coisa, tenho que deixar aqui um daqueles avisos. Aqui vai:
"Os comentários aqui divulgados não representam necessariamente as opiniões do grupo Medzébics"

E agora, os comentários:
João Ramos disse...

A maior parte das cadeiras são "estudáveis" pelo material que os professores dão apenas.

Há no entanto alguns livros que são muito úteis. Quase toda a gente compra o "Bates" - (Propedêutica Médica / Guide to Physical Examination and History Taking) para Semiologia.

O Harrison, sendo um livro muito útil para consulta ao longo de todo o curso, e necessário para Semiologia, há blocos de fotocópias à venda na GNR só com os módulos mais importantes (Cardiologia, Nefrologia, etc.) e em formato mais legível (ampliado) que o próprio livro até. Pelo que quem não quiser gastar muito dinheiro essa é uma solução mais que suficiente.

Fármaco, Micro e Patologia estudam-se geralmente só com os slides das aulas, mas isso depende do gosto de cada um. Eu pessoalmente quis comprar um livro de farmacologia (Dale) para servir de suporte porque muitos slides são apenas imagens ou tabelas que se tornam exaustivas só por si.

O Robbins de patologia (a versão mais sintética e pequena é mais que suficiente) não é necessário mas também pode ajudar no estudo pelas mesmas razões que fármaco. Mas Patologia é uma cadeira muito fácil em que lendo um ou dois artigos (o professor fornece) sobre cada tema e resolvendo exames se consegue tirar uma boa nota.

Microbiologia os slides são bons e suficientes na minha opinião.

Radiologia e Ssaúde Comunitária a regência mudou desde que fiz as cadeiras por isso não vos sei ajudar.

Em suma, se só podem comprar um agora, recomendo o Bates porque as técnicas que ensina de Exame Físico e colheita de História é extremamente importante, mesmo que não seja a parte essencial da avaliação teórica da cadeira.

Cumprimentos.

Ana F. disse...

- Radiologia chega estudar pelas aulas e sebenta.
- Fármaco é so as aulas e chega perfeitamente.
- Micro em principio chega as aulas mas as vezes nos mini-testes as profs costumam inventar um pouco e as respostas as perguntas so se encontram no murray pelo q aconselho a tirar fotocopia do murray caso as profs comecem a por perguntas estranhas.
- semiologia tirem fotocopia do bates pq vai ser bastante util. e dps temos o nosso amigo harrison q e preciso estudar para o exame.
- sau com o prof da uns artigos pa estudar po exame e é isso q sai só.
- patologia chega as aulas e a sebenta. o robbins há na biblio caso seja necessa´rio consultar pa um ou outro tema.
Concluindo preparem-se pa desgraça de semiologia, farmaco e micro! boa sorte

JM disse...

para radiologia aconselho a comprar o livro, tem imagens e dá jeito para o futuro... nao percebo cm é q ha pessoal q se limita a decorar sebentas sem perceber puto do q la esta...

Oxford Handbook of Clinical Medicine

Um livro que não aparece na bibliografia de semiologia mas que não deixa por isso de ser altamente recomendado é o Oxford Handbook of Clinical Medicine.
Um dos seus grandes trunfos é ter um tamanho de bolso (20x10 cm mais coisa menos coisa), cabendo muito bem na bata, estando sempre pronto para aquela consulta rápida em locais onde não não dá jeito andar com Harrisons atrás, desde corredores de hospitais a montanhas tibetanas.
Apesar do seu pequeno tamanho apresenta uma enorme densidade de informação bem organizada, estando ainda por descobrir o que este livro não consegue fazer.
Como é claro, uma coisinha destas dá mais jeito em formato de papel com capa de borracha, mas podem ver aqui a 7th edition para terem uma ideia de como ele é.
Os preços rondam os 30 euros para 8th edition em inglês e os 45 para a 7ªedição em português, embora hajam rumores de que a Manela os arranjava a 40 e poucos em português, coisa que ainda não tive o prazer de confirmar.
Por último, para dar uma ideia do tamanho, uma foto:
P.S.: Já que falamos em Semiologia, o Coreto tem uns blocos de notas para recolha de histórias clínicas que ficam à volta dos 4 euros. Tem um guião bem exaustivo nas primeiras páginas e depois muitas páginas em branco para anotações. E também cabem no bolso da bata.
[Errata: os que cabem no bolso das batas são os mais pequenos, a 2 euros e pouco. As minhas desculpas pela desinformação]

P.S.S.: O formato CHM pode ser aberto com isto

Update: Agora, o famoso Guião de Histórias Clínicas!

sábado, 25 de setembro de 2010

CD Harrison 17ª edição em Português

Antes de mais, este não é o livro em si, mas sim o CD que o acompanha. Ok?
Nele encontrarão textos de apoio, vídeos e imagens que irão dar mais alguma substância às fotocópias que a grande maioria de nós anda a tirar do Harrison.
Aqui está um printscreen do programa:Para o download dos 650 megas deste CD, vir aqui.

Mais Bates

Para adicionar ao post ante anterior, apresentando-se na categoria dos pesados, com cerca de 135 megas, o Bates 10th edition em formato chm!
Let's Get Ready to RUUUUUMMMMBLLLLEEE!!!

What do you mean, it's not awesome?

Procuram-se Cacifosmates

"Olá Tommy escrevo-te este email para ver se podias colocar no medzebics um post a pedir a todo o pessoal que ainda não tenha cacifo, e deseje ter, para me contactar para este mail pacreal1988@hotmail.com ou mim08195@icbas.up.pt ou para o 913925890, a ver se consigo arranjar visto que passem quase toda a semana a perguntar pelo ano e toda gente já tinha.
Obrigado pela ajuda e desculpa o incómodo. Um abraço.

Cumprimentos

Paulo Coelho"

Bates' Guide to Physical Examination and History Taking

Um dos livros recomendados para a nobre cadeira de Semiologia, é o Bates, que consiste em págs atrás de págs de exames físicos bem explicadinhos de modo a conseguirmos replicá-los de modo bem sucedido no pobre velhinho insuspeito.

Para além de ser relativamente barato (40 euros, mais coisa menos coisa), vem com um cd cheio de vídeos. Que vídeos? Não sei, mas suspeito que sejam sobre exames físicos. É um palpite que eu tenho.

Para quem não estiver com dinheiro para investir já já a seguir, aqui o blog tem o prazer de disponibilizar uma giga de vídeos Bates. No arquivo vai junto o pdf, mas se não quiserem gastar tempo a sacar os vídeos, podem ver aqui o livro. Infelizmente tá um bocado sem imagens... mas para compensar tem um montão de perguntas no fim que não encontro no meu livro (sim, livro mesmo, feito de folhas de papel), pelo que talvez seja boa ideia dar-lhe uma vista de olhos.

Seja como for, para dar um exemplo dos vídeos:
video
(as minhas desculpas a quem pensava que ia ver o "breast exam")

Que por sua vez lembrou-me este vídeo:


P.S.: o windows media player não me abriu os vídeos mas o vlc media player funcionou bem, por isso toca a instalar o programa, se é que ainda não instalaram.

domingo, 19 de setembro de 2010

Never Say Die


Mais uma música!
Se metesse outro post com livros para download estragava logo o rácio videoclips/material que realmente interessa, ah pois!

sábado, 18 de setembro de 2010

Radiologia/Imagiologia

Infelizmente não consegui encontrar o Clinical Radiology de Daffner, fora esta amostra no google books... Para quem não percebe o infelizmente, este é o livro recomendado pelo prof... Se continuam sem perceber o infelizmente é provável que não concordem com aquele assunto que é a bibliografia recomendada que os profs metem no Sigarra e devem estar a interrogar-se "quem é que lê esses livros" ao que respondo... algumas pessoas.

Felizmente dizem que não é muito essencial o dito livro... vou acreditar nisso! =)

Seja como for, para compensar, a pasta Radiologia/Imagiologia está agora cheia de livros que por sua vez estão cheios de imagens de prata, incluindo o já habitual pocket atlas e um livro chamado "Clinical Radiology Made Ridiculously Simple" que peca por lhe faltarem umas 20 páginas relativas ao tronco, coisa que alegremente reparei depois de o ter imprimido...

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Harrison

Harrison, um bicho de 2 volumes que pesa 4,9 Kg e possui uma narrativa semelhante a uma lista telefónica. Infelizmente, é suposto tolerarmos a sua companhia até ao final da nossa vida académica e depois mais um bocado até à reforma...
Mas não vale a pena falar no futuro, porque o que interessa é que o dito cujo existe em versão digital, 17ª edição, embora só em inglês e espanhol. Caso alguém encontre ou possua um pdf em tuguês, ficava muito agradecido que me enviassem, okis? ;)

Também existe uma versão de bolso, cujo pdf está em inglês (neste momento os mais atentos devem-se estar a aperceber que existe um certo padrão no que toca a linguagem dos pdfs), e que possui 1200 págs. Aconselha-se por isso a compra de batas com bolsos gigantes antes da utilização do mesmo.

Podem ver estes exemplares do Harrison nesta pasta (sim, o raio do livro é tão grande que tem pasta própria).
Caso queiram aprender a resumir, podem ver este resumo do livro, feito por um pobre desgraçado que teve exame de especialidade, com 200 págs, mais coisa menos coisa.

P.S.: Na pasta Harrison também tem o livrinho de escolhas múltiplas Harrison! Lembrei-me agora.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Mais um ano

Parece que as férias já estão a acabar e o ICBAS ameaça abrir as portas daqui a pouco, pelo que há que limpar o pó aqui ao sitio. Enquanto faço isso, fiquem com esta música hiper mega bestial

Para quem reconheceu a voz mas não sabe muito bem de onde, uma ajudinha: Gnarls Barkley